Cidades inteligentes e sustentáveis: análise de ferramentas para a prestação de serviços de saúde à população do município de Vitória (ES)

Resumo

Na atualidade, quando se pensa em desenvolvimento de cidades, a Tecnologia da Informação (TI) é um dos mecanismos utilizados para o alcance de estratégias inteligentes. Com isso, um serviço inovador na área de saúde torna-se necessário para o alcance de uma cidade inteligente. O objetivo da pesquisa foi verificar se a Prefeitura de Vitória do Estado do Espírito Santo (ES) utiliza ferramentas consideradas inteligentes para prestação de serviços à população, na área de saúde. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com a Subsecretária de Gestão, Planejamento e Comunicação, com a Secretária de Saúde e com o Subsecretário de Tecnologia da Informação. Tais setores foram articuladores da implementação da inovação em saúde. Além disso, foram realizadas pesquisas no sítio eletrônico da prefeitura para obtenção de dados e informações sobre as ferramentas que foram planejadas e implementadas por essa prefeitura. Realizou-se qualitativa e análise de conteúdo. Concluiu-se que a prefeitura utiliza ferramentas consideradas inteligentes (como o ‘Agendamento On-line’) e que, após a implementação dessas ferramentas, mudou significativamente o serviço prestado aos usuários do munícipio, tendo havido avanços na qualidade do mesmo. Essas ferramentas também trouxeram uma redução dos custos.

Biografia do Autor

Glicia Vieira dos Santos, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Desenvolvimento Sustentável (PPGES/CT/UFES)
Graduação em Administração (UFES, 1996), mestrado em Política Científica e Tecnológica (UNICAMP, 1999) e doutorado em Ciências Sociais (UNICAMP, 2005). Professora adjunta do Departamento de Administração da Universidade Federal do Espírito Santo (DADM/CCJE/UFES). Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Desenvolvimento Sustentável (PGES/UFES). Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Ciência, Tecnologia, Organizações e Inovação (GECITI/DADM/UFES). Editora Científica da RAE - Revista de Administração de Empresas (área de Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação). Editora Associada da G&R - Revista Gestão & Regionalidade. Editora de Área da Revista Gestão & Conexões (área de Política e Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação). Pesquisadora do Departamento de Política Científica e Tecnológica (DPCT/IG/UNICAMP) e do Laboratório de Gestão da Tecnologia e Inovação (LabGETI/DPCT/UNICAMP). Líder da área de "Temas Emergentes em Inovação" da Divisão Acadêmica GCT - Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação do EnANPAD e do Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica (biênio 2015-2016). Atua na área de Organizações, com ênfase em Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica.
Publicado
2020-12-21