Planejamento e controle da produção (PCP): estado da arte

  • Nilton César Pasquini Universidade Federal de São Carlos

Resumo

Nas organizações muito se fala em estoque mínimo, em atender o cliente interno ou externo no tempo ideal, mas para alcançar tal feito o departamento de Planejamento e Controle da Produção (PCP) tem que ser eficiente e eficaz. Para que isto ocorra as pessoas envolvidas tem que possuir conhecimento de seu funcionamento e de suas ferramentas. Assim, este artigo objetivou reunir informações sobre o PCP através da revisão bibliográfica com intuito de melhorar o conhecimento dos profissionais da indústria como dos acadêmicos. As empresas são constituídas de vários departamentos, onde tem que possuir pequenos PCP em sua estrutura, isto garantirá o pleno funcionamento do central. Uma empresa não sobrevive se o PCP não funcionar bem.Palavras-chave: Planejamento da produção; controle da produção, prática empresarial.

Biografia do Autor

Nilton César Pasquini, Universidade Federal de São Carlos
Nilton Cesar PasquiniGraduação em Química Industrial, MBA em Gestão e Engenharia da Qualidade, MBA em Gestão de Pessoas, Master Black Belt e Master Coaching. Pesquisador empresarial: Qualidade Total (MASP, PDCA, GUT, 6Sigma, FTE, QFD etc e Gestão de Pessoas: endomarketing, treinamento e desenvolvimento. Pesquisador acadêmico: meio ambiente, sutentabilidade, farmacologia e ciencias dos materiais.Contato: nc.pasquini@ig.com.brFonte: CNPQ – Curriculo Lattes

Referências

PASQUINI, Nilton César. Planejamento e controle da produção (PCP): estado da arte. Revista Tecnológica da Fatec Americana, Americana. v.3, n.2, p.81-97, set.2015/mar.2016. Disponível em: http://www.fatec.edu.br/revista_ojs/index.php/RTecFatecAM/article/view/55/64. Acesso em 23 de maio de 2016.

Publicado
2016-05-13